28/08/2023 às 11h20min - Atualizada em 28/08/2023 às 11h20min

Cruzeiro sofre derrota contundente e preocupações se ampliam com desempenho do time

Erro na escalação do técnico deixa Grêmio dominar o meio-campo; falta de coesão e atuações individuais ruins agravam derrota do Cruzeiro, que poderia ter sido mais ampla.

Redação
Foto: Reprodução/ Lucas Uebel/Grêmio

O Cruzeiro enfrentou uma dura derrota de 3 a 0 diante do Grêmio, evidenciando um momento complicado na trajetória da equipe no Campeonato Brasileiro. Com sete jogos consecutivos sem vitória, o time deparou-se com um revés que expôs questões psicológicas e de apatia em campo.

Desde o início, o Cruzeiro encontrou dificuldades em estabelecer-se contra um Grêmio dominante. O time celeste enfrentou obstáculos no controle do meio-campo, apresentando falhas na saída de bola e demonstrando falta de compactação. O primeiro gol do Grêmio, marcado aos 28 minutos, resultou de erros individuais na saída de bola por parte de Marlon e Castán.

O técnico Pepa optou por uma formação que deixou o Grêmio à vontade no meio-campo, facilitando as ações do adversário. A escolha de Mateus Vital como jogador mais ofensivo do meio-campo não surtiu o efeito esperado, uma vez que o jogador não tem produzido individualmente e apresenta dificuldades na contribuição defensiva.

A falta de intensidade do Cruzeiro e a falta de poder de combate no meio-campo permitiram ao Grêmio dominar o jogo. Pepa pareceu não corrigir a questão ao trocar Jussa por Machado no intervalo, resultando em um meio-campo sem capacidade de marcação.

A falta de coesão coletiva afetou diversas áreas do time, incluindo a defesa. O Cruzeiro teve dificuldades em duelos e em pegar rebotes, transmitindo uma sensação de inferioridade numérica em campo. A organização tática falhou e a desorganização foi evidente.

Além das questões técnicas e táticas, o Cruzeiro também apresentou sinais preocupantes em relação ao aspecto anímico. A equipe caiu nas provocações de Suárez do Grêmio e não demonstrou sinais de reação ao longo da partida. A falta de poder de reação se tornou evidente, uma necessidade crucial para um elenco com limitações.

O resultado do jogo contra o Grêmio destaca uma atuação fora do padrão e aumenta a pressão sobre o Cruzeiro, que agora enfrenta o desafio de recuperar tanto a parte psicológica quanto o desempenho em campo. A equipe precisará de uma combinação de concentração, entrega e reação para enfrentar as adversidades e reverter a situação na tabela.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas