21/08/2023 às 11h16min - Atualizada em 21/08/2023 às 11h16min

Espanha conquista título inédito da Copa do Mundo ao vencer Inglaterra

Mary Earps defendeu pênalti pela Inglaterra, mas não foi o suficiente, Olga Carmona brilhou no estádio Olímpico de Sidney marcou o único gol da partida confirmando o primeiro título da história das espanholas.

Redação
Foto: Reprodução/ REUTERS - Amanda Perobelli

Um momento histórico marcou o estádio Olímpico de Sidney, quando a Espanha triunfou sobre a Inglaterra por 1 a 0, assegurando assim o título inédito da Copa do Mundo Feminina. Olga Carmona emergiu como a heroína da final ao marcar o gol decisivo, encerrando uma trajetória marcada por desafios e turbulências.

As espanholas entraram em campo prontas para enfrentar a equipe inglesa, e Olga Carmona se tornou a protagonista indiscutível da partida. Com um gol marcado, ela não apenas contribuiu para a vitória, mas também homenageou sua amiga e a mãe dela, que faleceu recentemente, ao estampar o nome delas em sua camisa. Carmona ergueu a camisa vermelha da Espanha como símbolo de reconhecimento a essas mulheres.

A atuação da Espanha também contou com Aitana Bonmatí, estrela do Barcelona, que desempenhou um papel crucial na construção ofensiva da equipe. Com apenas 25 anos, sua performance na Copa do Mundo a coloca em destaque na disputa pelo título de melhor jogadora do mundo.

Uma jovem promissora também emergiu durante o torneio: Salma Paralluelo, com apenas 19 anos, se tornou uma das principais revelações do país e do mundo. Sua notável contribuição, incluindo dois gols importantes, resultou na conquista da Espanha e na distinção como a melhor jogadora jovem da competição.

No lado inglês, a goleira Mary Earps brilhou ao defender um pênalti e fazer três defesas cruciais na partida, sendo agraciada com a Luva de Ouro como a melhor goleira do torneio.

Apesar da vitória, a celebração da equipe espanhola revelou tensões internas. Jorge Vilda, técnico da seleção, enfrentou protestos de jogadoras no passado, o que refletiu nas reações durante a comemoração. As tensões e desafios nos bastidores não diminuíram o brilho da conquista histórica da Espanha, que agora celebra o título inédito da Copa do Mundo Feminina.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas