02/06/2023 às 13h44min - Atualizada em 02/06/2023 às 13h44min

Caso de gripe aviária de baixa patogenicidade confirmado em Minas Gerais

Ministério da Agricultura enfatiza que não há necessidade de medidas emergenciais

Redação
Foto: Divulgação

Foi confirmado um caso de gripe aviária de baixa patogenicidade em Minas Gerais, identificado em um pato selvagem da espécie Cairina moschata, na cidade de Pará de Minas. O vírus identificado é o H9N2, que geralmente causa poucos sintomas nas aves.

Esse caso não está relacionado aos surtos recentes do subtipo H5N1, que é altamente patogênico. O Ministério da Agricultura enfatiza que não são necessárias medidas emergenciais e que não afeta o comércio internacional de produtos avícolas do Brasil.

A transmissão da gripe aviária para humanos é improvável, mas casos esporádicos têm ocorrido em pessoas que tiveram exposição direta a aves infectadas. Não há evidências de transmissão de humano para humano. Minas Gerais está em estado de alerta.

A identificação do vírus foi resultado das medidas de vigilância contidas no Plano de Vigilância de Influenza Aviária e Doença de Newcastle, coordenado pelo Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas