16/08/2023 às 11h02min - Atualizada em 16/08/2023 às 11h02min

Ministério Público confirma prisão de Alef Teixeira na Colômbia

Com a colaboração da Interpol, o foragido foi preso na Colômbia após um voo da Costa Rica com escala em Bogotá

Redação
Foto: Vale 24 Horas

O Ministério Público confirmou nessa terça-feira (15) a prisão de Alef Teixeira de Souza, de 29 anos. O foragido foi preso novamente na Colômbia. O homem é acusado de matar Rafaella Cristina, de 34 anos, no bairro Vila Celeste, em Ipatinga. O fato ocorreu no dia 18 de abril deste ano.

Em coletiva de imprensa na última segunda-feira (14) as autoridades afirmaram que o foragido já estava preso, mas, durante a entrevista, o advogado de Alef desmentiu a situação. Diante dos fatos, o MP confirmou a prisão nessa terça-feira.

Segundo os detalhes, o Ministério Público Estadual e as Polícias Federal (que representa a Interpol no Brasil) e Polícia Civil, em resposta à solicitação da imprensa, informaram que Alef Teixeira de Souza, foragido internacional, passou pela Costa Rica no domingo (13). No entanto, o país não adere ao instrumento da "difusão vermelha" que permitiria o cumprimento do mandado de prisão do investigado.

Com a colaboração da Interpol, o foragido foi preso na Colômbia (após um voo da Costa Rica com escala em Bogotá) na noite da última segunda-feira (14) para essa terça (15). Desta forma, Alef Teixeira de Souza encontra-se detido na Colômbia.

As autoridades brasileiras (PCMG, MPMG e INTERPOL-PF) já iniciaram os procedimentos perante o Poder Judiciário, Ministério da Justiça e Procuradoria da Colômbia para que Alef seja submetido à extradição dentro do prazo legal e para que, durante esse trâmite, a sua prisão seja mantida naquele país até que ele seja enviado de volta ao Brasil para ficar à disposição da Justiça brasileira.

A expectativa, portanto, é que o extraditando seja repatriado para o Brasil, a fim de responder pelos crimes cometidos em solo brasileiro, tais como feminicídio consumado na Comarca de Ipatinga e tentativa de feminicídio na Comarca de São Paulo. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas