14/08/2023 às 07h05min - Atualizada em 14/08/2023 às 07h05min

Homem que matou mulher em Ipatinga é preso na Costa Rica pela Interpol

Alef Teixeira de Souza, de 29 anos, era procurado desde abril

Foto: Divulgação PCMG
Alef Teixeira de Souza, de 29 anos, suspeito de cometer feminicídio em Ipatinga, no Vale do Aço, e de esfaquear outra mulher em São Paulo, foi capturado na Costa Rica neste domingo (13) em uma operação da Interpol. O indivíduo será extraditado para o Brasil, onde ficará detido no Ceresp de Ipatinga.

A Polícia Civil de Minas Gerais solicitou a inclusão de Alef Teixeira de Souza na lista de Difusão Vermelha da Interpol, dando início à busca internacional. Após fugir para o Uruguai, o suspeito se dirigiu ao Paraguai e, por fim, à Costa Rica, onde foi localizado e preso por agentes locais.

Alef Teixeira de Souza enfrenta acusações de feminicídio consumado contra Rafaela Cristina Miranda Sales, 34 anos, que foi morta esganada após uma overdose. Ele também é acusado de feminicídio tentado em São Paulo, onde teria esfaqueado outra vítima.

Relembre o Caso

Rafaela Cristina Miranda Sales foi encontrada morta em 28 de abril deste ano em Ipatinga. A Polícia Civil relatou que a vítima pode ter sido espancada por vários dias, com evidências de luta corporal encontradas na cena do crime, como marcas de sangue e gotejamento. A perícia também indicou que Rafaela sofreu uma overdose antes de ser esganada.

O delegado Marcelo Franco descreveu que o suspeito seduzia suas vítimas e chegava a morar com elas. "Apenas dois anos depois de tentar matar uma ex-companheira em São Paulo, ele praticou um feminicídio, dessa vez consumado", explicou o delegado, destacando que Rafaela deixou duas crianças órfãs.

Marcelo Franco enfatizou a importância da prisão, afirmando que Alef Teixeira de Souza "iria fazer novas vítimas se permanecesse solto". A operação de busca se estendeu por meses, com a colaboração das autoridades policiais de vários países sul-americanos.


 
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas