12/05/2023 às 14h54min - Atualizada em 12/05/2023 às 14h54min

Advogado de Anderson Torres nega delação premiada após sua liberdade provisória

Ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal é solto, mas permanece com medidas cautelares

Redação
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O advogado de Anderson Torres, ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, negou que seu cliente fará uma delação premiada. 

Em uma coletiva de imprensa realizada após a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF, de conceder a liberdade provisória a Torres, a defesa reiterou essa posição. 


Torres estava preso há cerca de quatro meses, acusado de omissão e conivência nos atos de 8 de janeiro. 

Moraes determinou a soltura, mas impôs medidas cautelares, incluindo o uso de tornozeleira eletrônica. 

O advogado também afirmou que o celular de Torres apresentou uma falha técnica e negou que as senhas tenham sido informadas incorretamente. 
Torres está em casa, medicado e sob os cuidados da família, seguindo as medidas cautelares impostas.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas