19/12/2022 às 16h28min - Atualizada em 19/12/2022 às 16h28min

Com voto de integrante de outra chapa, Ley do Trânsito (PSD) é eleito presidente da Câmara de Ipatinga

Eleição da Mesa Diretora para o próximo biênio aconteceu nesta segunda-feira (19)

Redação
Foto: Vale 24 Horas

Em uma votação conturbada, acirrada e com plenário lotado, aconteceu na tarde desta segunda-feira (19), em uma reunião extraordinária, a votação para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ipatinga para o próximo biênio. 

Venceu, por 10 votos a 8, a chapa “União pela Verdade”, composta pelos vereadores Ley do Trânsito (presidente), Ney Professor (vice-presidente), Professora Mariene (1º Secretário) e Nivaldo Antonio (2º Secretário). 

Desde o início da sessão, que chegou a ser suspensa, o clima era de muita pressão. Um caso curioso, que gerou bastante comoção da chapa vencedora e muita revolta da chapa derrotada, foi protagonizado pelo vereador Tunico, que entrou como candidato a 2º Secretário da chapa “Câmara Forte”, mas acabou votando na chapa “União pela Verdade”, ou seja, contra sua própria chapa.

O plenário da Câmara dos Vereadores, desde o início da sessão, estava lotado. Apoiadores de ambas as chapas participaram ativamente da sessão, comemorando ou vaiando voto a voto proferido pelos vereadores. 

Após a declaração de vitória, o presidente eleito se manifestou. Em entrevista à imprensa, o vereador Ley do Trânsito (PSD) disse que os trabalhos em torno da eleição já estavam sendo costurados nos últimos meses, e que o Parlamento vai trabalhar com autonomia, em prol da cidade de Ipatinga.  

"Temos como propósito um único objetivo. Que a cidade de Ipatinga possa crescer e ser uma cidade boa para se viver. Com um Parlamento realmente forte, mas forte de verdade. Um parlamento independente, que seja parceiro, mas não submisso", disse Ley, que ocupará pela segunda vez a presidência da Casa, comandado por ele pela primeira vez no biênio 2013-2014. 

"Vamos fazer projetos serem analisados, respeitando o regimento, o tempo certo de tramitação, sem ter nenhum tipo de correria ou atropelo. Nós não podemos mais deixar que isso aqui seja apenas um puxadinho. Vamos tratar o Parlamento para que seja o Parlamento", acrescentou Ley. 

O mandato da Mesa será de dois anos, a partir de 1º de janeiro de 2023, proibida a reeleição de qualquer de seus membros para o mesmo cargo, salvo em uma nova legislatura.   


Como votou cada vereador:

"Chapa 1 - Câmara Forte" - Ademir Cláudio, Adiel Oliveira, Cecília Ferramenta, Chiquinho, Daniel Guedes, Toninho Felipe, Vianei de Carvalho, Zé Terez.

"Chapa 2 - União pela Verdade" - Avelino, Coronel Silvane Givisiez, Fernando Ratzke, Hermínio Bernardo,  Ley do Trânsito, Nivaldo Antônio, Ney Professor, Professora Mariene,  Antônio Alves de Oliveira (Tunico) , Wellington da Floricultura.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas