10/02/2024 às 16h14min - Atualizada em 10/02/2024 às 16h14min

Atropelamento em carnaval de São Gonçalo do Rio Abaixo: Bafômetro marca 0,92 e deixa mais de 30 feridos

Na noite de sexta-feira, 9 de fevereiro de 2024, por volta das 22h, a Polícia Militar foi chamada para atender a uma ocorrência onde um indivíduo atropelou várias

Imagem: Reprodução
Na noite de sexta-feira, 9 de fevereiro de 2024, por volta das 22h, a Polícia Militar foi chamada para atender a uma ocorrência onde um indivíduo atropelou várias pessoas que participavam do bloco carnavalesco Makako LoKo, na área de concentração da Avenida Central em São Gonçalo do Rio Abaixo.

De acordo com relatos, enquanto os participantes do bloco Macaco Louco se dirigiam para a área do carnaval, um motorista de um Fiat Palio branco desceu descontroladamente pela avenida, atingindo várias pessoas que desfilavam. O bloco carnavalesco, composto por mais de 100 pessoas, estava desfilando sem a interdição do trânsito, e o motorista, de 43 anos, apresentava sinais de embriaguez. Ele foi agredido por alguns participantes e teve o carro danificado pela multidão.


No local do atropelamento, várias pessoas foram atendidas pelos socorristas e encaminhadas para o Pronto Atendimento da cidade. Segundo informações, 28 pessoas foram socorridas, incluindo o motorista do veículo causador.

O veículo foi apreendido e levado para um pátio credenciado, enquanto a perícia da Polícia Civil realizava os trabalhos técnicos. As vítimas atendidas apresentavam lesões, escoriações e hematomas, sendo a maioria liberada com suspeita de fraturas. Três pessoas estavam em estado grave e foram transferidas para hospitais em Belo Horizonte e Itabira.



Os policiais conversaram com o motorista, que admitiu ter participado do bloco Makako Loko e consumido bebida alcoólica. Ao iniciar o deslocamento para a área do evento, ele entrou em seu carro e desceu a avenida, perdendo o controle e causando o acidente.

O condutor, com sinais de embriaguez, foi convidado a realizar o teste do bafômetro, que resultou em 0,92 miligramas por litro de ar expelido, confirmando a embriaguez.

Ele recebeu voz de prisão em flagrante por dirigir sob efeito de álcool e por lesão corporal em múltiplas vítimas. O motorista foi encaminhado ao Pronto Socorro de Itabira devido a um trauma na região do maxilar, permanecendo sob custódia policial.

O delegado responsável tomou conhecimento do caso e providenciou o auto de prisão em flagrante, sem a necessidade de condução imediata, uma vez que o motorista permaneceria na unidade de saúde recebendo cuidados médicos.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas