04/01/2024 às 17h57min - Atualizada em 04/01/2024 às 17h57min

Mercado Central terá processo de licitação em fevereiro

O comunicado foi feito na manhã desta quinta-feira (4)

Foto: Divulgação/PMI
O prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes, anunciou nesta quinta-feira (4), numa entrevista concedida a uma emissora radiofônica, que, depois da longa espera pela aprovação da Caixa Econômica Federal, finalmente o Executivo está liberado para licitar a construção do Mercado Central planejado para o município, o que ocorrerá no próximo mês.

“Previsto para a região do Novo Centro, junto à avenida Zita de Oliveira, o empreendimento trará desenvolvimento e oportunidades, em especial para a região central da cidade”, prevê Gustavo.


O anúncio da destinação dos recursos aconteceu em março de 2022, tendo a proposta contado com apoio de representantes do legislativo em todas as esferas. “Agora, essa ótima notícia vem como um pré-anúncio do que será este ano em nossa cidade. Estamos certos de que executaremos com êxito grandes projetos, marcadamente no ano do 60º aniversário de Ipatinga e, entre eles, a construção do Mercado Central é mais um importante passo que damos rumo à fomentação das atividades comerciais na cidade”, destacou o prefeito.

Ainda segundo Gustavo, a notícia contempla um importante pilar defendido e estimulado em suas ações de governo: o desenvolvimento econômico. De acordo com o chefe do Executivo, por se tratar de um tipo de comércio popular e bastante peculiar que irá gerar empregos diretos e indiretos, a proposta é que o funcionamento do Mercado Municipal seja no modelo de autogestão.

Para a execução do projeto, foram disponibilizados ao município recursos federais de aproximadamente R$ 14 milhões. Para compor o espaço do complexo de compras estão previstos um amplo estacionamento, estandes e 100 lojas.
No local poderão ser comercializados produtos hortifrutigranjeiros, especiarias, artesanatos, itens de decoração e utensílios domésticos, entre outros.

Conforme informações do governo, toda a documentação para o andamento do processo licitatório já está sendo providenciada e, tão logo esteja concluída, será publicado o edital de concorrência. A empresa vencedora do certame poderá então iniciar a edificação do empreendimento.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas