27/08/2023 às 08h52min - Atualizada em 27/08/2023 às 08h52min

Governo Lula põe na Anatel advogado que escondeu dinheiro em privada

Advogado Mateus de Moura Gomes foi preso pela PF em 2018

Foto: Divulgação/PF
Mateus de Moura Lima Gomes, que foi preso pela Polícia Federal em 2018, foi nomeado pelo governo na última quarta-feira (24) como conselheiro consultivo da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), representando a Câmara dos Deputados. O mandato estenderá até fevereiro de 2026.

A nomeação foi feita pelo vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) durante a ausência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estava em viagem à África.

Em 2018, Gomes foi detido em uma operação da Polícia Federal, sendo anteriormente vice-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Ele e Antonio Andrade foram alvos da operação Capitu, que investigou alegações de corrupção no Ministério da Agricultura durante a gestão de Dilma Rousseff (PT).

Durante essa operação, várias prisões foram realizadas, incluindo a do empresário Joesley Batista, proprietário da JBS. A investigação alegou que a JBS pagou propinas através de diferentes métodos, resultando em benefícios para a empresa no setor de carne e derivados.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas