30/06/2023 às 18h03min - Atualizada em 30/06/2023 às 18h03min

Técnico morre após acidente em estúdio do coach Pablo Marçal

Assistente de maquinaria caiu de uma escada ao sofrer um choque e gravou vídeo antes de falecer

Foto: Reprodução / Redes sociais
O técnico Celso Guimarães Silva, assistente de maquinaria, faleceu na última quarta-feira (30) após um acidente durante a montagem de uma live no estúdio do coach e ex-candidato a presidente da República, Pablo Marçal. O corpo foi velado nesta sexta-feira no Velório Municipal de Santana do Parnaíba, e o enterro está marcado para o início da tarde. A Polícia Civil em Barueri está investigando o caso.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual, Celso sofreu o acidente ao subir em uma escada para realizar a instalação de um equipamento. Ele recebeu uma descarga elétrica de 220 volts e caiu de uma altura de três metros. Celso era contratado pela empresa Backstage para montar a live.

No momento do acidente, Celso Guimarães Silva utilizava capacete e um cinto de segurança, mas não possuía ponto de ancoragem. Sonia Santana, presidente do Sindcine, expressou nas redes sociais que é trágico ver mais um técnico perder a vida em circunstâncias que poderiam ter sido prevenidas.

A morte foi atribuída a um hemotórax, que é o acúmulo de sangue entre o pulmão e a parede torácica. Além disso, Celso também sofreu fraturas nas costas, escápula e clavícula direita.

Antes de falecer, enquanto estava internado no hospital municipal de Barueri, ele gravou um vídeo falando sobre as dores que sentia e explicando o acidente.

Este é o segundo óbito relacionado às empresas de Pablo Marçal nos últimos dias. No início do mês, Bruno da Silva Teixeira, um funcionário de 26 anos, faleceu durante uma maratona de rua organizada pela Plataforma Internacional, holding criada pelo próprio coach e político Pablo Marçal. Após a revelação desse caso na semana passada, surgiram relatos de uma cultura de assédio na empresa.

Pablo Marçal divulgou uma nota lamentando a morte do técnico Celso Guimarães Silva e afirmou que o imóvel onde ocorreu o acidente estava alugado para um terceiro.

Nota:

“Algumas de minhas empresas são proprietárias de alguns imóveis, que são disponibilizados para locação, e esse estúdio é um deles. O imóvel foi alugado por uma empresa de terceiros, que contratou um produtor, que por sua vez contratou Celso como eletricista. O sistema de segurança do prédio gravou o momento do acidente, que será encaminhando as autoridades assim que for solicitado. O motivo da queda pelo que se nota no vídeo foi a tentativa frustrada de se fazer uma manobra na escada em que ele estava. A empresa que alugou o estúdio e o produtor que contratou Celso estão cuidando de tudo que a família precisa”.

 
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas