28/06/2023 às 17h09min - Atualizada em 28/06/2023 às 17h09min

Acusados de matar o ciclista Caio Domingues se entregam a policia

Caso que chocou a cidade de Timóteo e região, tem novos capítulos

Redação
Foto: Reprodução
João Victor Bruno de Oliveira se apresentou espontaneamente ao plantão 1ª Delegacia Regional de Policia Civil, na cidade de Ipatinga, na noite desta terça-feira (27).  O jovem confessou ter assassinado Caio Campos Domingues, de 38 anos, a mando da esposa de Caio, Luith Silva Pires, de 39 anos. A decisão foi tomada nessa terça-feira diante do recurso interposto pelo Ministério Público de Minas (MPMG).

De acordo com o advogado da família de Caio, a mulher teria se entregado nesta tarde na delegacia. Os dois acusados estavam em liberdade.

A mulher é apontada como a mandante do crime. O jovem confessou à Polícia Militar que matou Caio a tiros, sob a promessa de pagamento de R$10mil. João Victor e Luith Silva estavam em liberdade desde a decisão da Justiça de Timóteo que revogou a prisão preventiva deles. Mas, de acordo com o advogado da família de Caio, a mulher teria se entregado nesta tarde na delegacia.

O caso

O crime ocorreu no dia 4 de abril, inicialmente registrado como latrocínio (roubo seguido de morte), tornou-se um homicídio. O ciclista Caio Campos, foi morto a tiros em Lavrinha, em Jaguaraçu, na Região do Vale do Aço.

A mulher relatou aos policiais que sofria agressões do marido e que queria “passar um aperto” nele, mas não esperava que o caso terminasse em homicídio.  Ela, junto ao executor do crime, marcou o local e o homem efetuou os disparos contra Caio, que foi atingido no peito e na cabeça.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas