09/06/2023 às 13h29min - Atualizada em 09/06/2023 às 13h29min

Trump enfrenta acusações de retenção de documentos confidenciais

Segunda vez na mira da justiça pós-presidência, Trump se prepara para enfrentar acusações federais e se declara inocente

Redação
Foto: Reprodução

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está enfrentando acusações relacionadas ao manuseio de documentos confidenciais. Segundo a imprensa americana, Trump enfrentará sete acusações por reter documentos confidenciais sem autorização.

Ele comparecerá a um tribunal na próxima terça-feira, dia 13 de junho. Esta é a segunda vez que Trump se torna réu após deixar a presidência e a primeira vez que ele enfrenta acusações na Justiça federal. Ele está se preparando para concorrer novamente à Casa Branca em 2024.

Trump afirmou sua inocência em uma postagem na sua rede social Truth Social, revelando ter sido intimado a comparecer a um tribunal federal em Miami. O Departamento de Justiça não comentou sobre o assunto e as acusações ainda não foram divulgadas.

O próximo passo envolve Trump declarar-se culpado ou inocente. Caso se declare inocente, uma data de julgamento será marcada nos próximos dois meses. O promotor especial Jack Smith tem coletado evidências desde sua nomeação para supervisionar o caso dos documentos confidenciais.

No ano passado, o resort de Trump na Flórida, Mar-a-Lago, foi revistado e 11.000 documentos, incluindo alguns confidenciais, foram apreendidos. Recentemente, foi divulgado que os promotores possuem uma gravação de áudio em que Trump admite ter mantido um documento confidencial após deixar a Casa Branca. É ilegal nos Estados Unidos que autoridades federais, incluindo um presidente, removam ou guardem documentos sigilosos em locais não autorizados.

Além desse caso, o promotor especial Jack Smith também está supervisionando uma investigação sobre os esforços para anular os resultados da eleição de 2020, na qual Trump perdeu para o atual presidente, Joe Biden.

Em abril, Trump se tornou o primeiro ex-presidente a enfrentar acusações criminais, ao se declarar inocente em 34 acusações relacionadas a um suposto pagamento secreto à atriz pornô Stormy Daniels. O julgamento desse caso está previsto para o próximo ano, em Nova York.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas