25/05/2023 às 13h44min - Atualizada em 25/05/2023 às 13h44min

Senado cria Grupo de Relacionamento com os Brics para fortalecer laços do bloco

Iniciativa visa promover intercâmbio e monitorar assuntos estratégicos no Parlamento brasileiro

Redação
Foto: Agência Brasil

O Senado assumiu um projeto de resolução que estabelece o Grupo Parlamentar de Relacionamento com os Brics, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O objetivo desse grupo é promover intercâmbio com parlamentos dos países e acompanhar a tramitação de assuntos de interesse do bloco no Parlamento brasileiro. O projeto, de autoria do senador Irajá, agora aguarda promulgação.

Durante a discussão, o senador enfatizou a importância estratégica dessa frente para a economia do país e para fortalecer as relações com as cinco nações emergentes, especialmente com a China, principal parceira comercial do Brasil. Ele destacou a necessidade de estabelecer uma relação propositiva e saudável com essas nações.

O lançamento do grupo parlamentar está programado para o dia 30 deste mês, com a presença de senadores, embaixadores dos países, representantes do Ministério das Relações Exteriores e importantes atores do setor privado.

O senador Cid Gomes, relator da matéria na Comissão de Relações Exteriores, enfatizou a importância de estreitar as relações com os países do Brics e de envolver o Parlamento brasileiro na formulação dessa agenda.

O relatório favorável ao projeto, com uma emenda para proposições conciliares semelhantes, foi lido em Plenário pela senadora Leila Barros. O objetivo é que o Parlamento brasileiro tenha um papel ativo na diplomacia parlamentar e acompanhe de forma mais efetiva os movimentos relacionados aos Brics.

Os objetivos do Grupo Parlamentar são acompanhar a legislação, políticas e ações públicas relacionadas à participação brasileira no Brics, promover eventos e intercâmbio com parlamentos de outros países membros. Também é facultado estabelecer intercâmbio com órgãos parlamentares brasileiros ou estrangeiros no Brics.

O autor do projeto destaca que a participação social é fundamental para o avanço e a transparência do Brics, que passou por diferentes fases em sua história, incluindo a institucionalização com o lançamento do Novo Banco de Desenvolvimento e do Arranjo Contingente de Reserva.

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas