25/04/2023 às 13h47min - Atualizada em 25/04/2023 às 13h47min

Foi feito julgamento pelo STF das primeiras 200 pessoas envolvidas nos atos do dia 8 de janeiro na sede dos três poderes

Será decidido agora em data até a próxima terça-feira (2/5), se mais 200 envolvidos se tornarão réus

Redação
Foto: Reprodução

O STF fez, nessa segunda-feira dia 24, o julgamento das 100 primeiras denúncias apresentadas pela Procuradoria-Geral da República contra participantes dos atos do dia 8 de janeiro.  

O ministro Alexandre de Moraes, que atua como relator, novamente foi o primeiro a votar. E tornou réus os 200 envolvidos. 

Os réus vão responder aos crimes de associação criminosa armada, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado pela violência e grave ameaça com emprego de substância inflamável contra o patrimônio da União e com considerável prejuízo para a vítima e deterioração de patrimônio tombado. 

Com um total de, 1.390 denunciadas pela PGR estão tramitando também os processos: 4920, que versa sobre os financiadores; 4923, que fará averiguação as autoridades envolvidas no caso; e 4917, 4918 e 4919, para investigar os deputados Clarissa Tércio (PP), André Fernandes (PL) e Silvia Waiãpi (PL), por incentivar os atos de ataque. 

Duarnte o primeiro julgamento dos 100 primeiros envolvidos cujos nomes foram levados ao STF, Moraes deu seu voto que em sequência também foi o mesmo de Dias Toffoli, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes.  

Somente Nunes Marques e André Mendonça divergiram em parte do relator, votando para tornar réus metade dos denunciados.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas