10/04/2023 às 13h52min - Atualizada em 10/04/2023 às 13h52min

Professor que foi denunciado por alunos, após ter feito comentários exaltando o ataque a crianças na creche de Blumenau, a partir de agora terá de ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

Proibido de se aproximar mais de 50 metros de qualquer escola. A decisão judicial foi tomada no domingo

Redação
Foto: Divulgação

Além desta medida tomada dia 9, e assinada pelo juiz Yhon Tostes, outras proibições incluem o acesso ou frequência a qualquer unidade escolar do município, estado e federal, além de manter contato com algum estudante que tenha sido seu aluno e tenha presenciado os fatos absurdos que ele disse. 

De acordo com o portal nsctotal, um inquérito policial havia sido instaurado na sexta-feira, dia 7, e na segunda-feira, dia 10, o professor, a direção da escola onde ele atuava e testemunhas envolvidas no caso foram intimados para prestar depoimento, em uma ordem do delegado local Raffaello Ross.

Devido à apologia ao crime em um vídeo gravado dentro da escola estadual Georg Keller, onde ele atuava, é possível escutar a fala do professor dizendo que “mataria uns 15, 20. Entrar com dois facões, um em cada mão e ‘pá’. Passar correndo e acertando”. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas