26/09/2022 às 10h10min - Atualizada em 26/09/2022 às 10h10min

Santana do Paraíso recebe ambulância do Samu pela primeira vez em sua história

Ambulância avaliada em R$ 600 mil conta com insumos, medicamentos, desfibrilador, e o essencial para salvar vidas

Redação - Ipatinga/MG
Foto: Divulgação/PMSP

A nova base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Santana do Paraíso começará as operações em breve. Nesta sexta-feira (23), foi entregue a ambulância que irá atender o município e cidades vizinhas que ainda não possuem o serviço. O serviço será operado pelo Consórcio Intermunicipal da Rede de Saúde de Urgência e Emergência do Leste de Minas (Consurge). A prefeitura repassa, mensalmente, cerca de R$ 10 mil e oferece o imóvel para instalar a base. Em contrapartida, o estado custeia a logística, mão-de-obra, ambulâncias e insumos. 

“Essas operações são programadas pra iniciar agora na primeira quinzena de outubro. Recebemos uma ambulância avaliada em torno de R$ 600 mil, com tudo que existe de mais moderno, todos os insumos, os medicamentos, o desfibrilador que é muito importante para salvar quem está sofrendo infarto, equipamentos adaptados para crianças em caso de trauma infantil, parturientes, enfim, tudo que é necessário para que o Samu possa cumprir aquilo que é a sua principal missão, que é salvar vidas.”, explicou o prefeito.

O imóvel está localizado na avenida Getúlio Vargas, 265, no Centro, ao lado da 45ª Cia. da Polícia Militar. O local vai abrigar dez profissionais, já aprovados em processo seletivo, que irão trabalhar em regime de revezamento, 24 horas, no atendimento das ocorrências. Segundo o assessor técnico do Consurge, Dalton Caetano, já houve capacitação para todas as equipes dos condutores socorristas, técnicos de enfermagem, médicos e profissionais da central de regulação.

“Com certeza vai ser um grande ganho para a população e para todo o entorno, como Joanésia, Mesquita e Braúnas. Nós trabalhamos com a rede dos 192, não significa que somente essa ambulância vai estar atendendo. Estamos aguardando simplesmente que o estado libere para iniciarmos a operação”, disse o assessor.




 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas