20/02/2024 às 10h08min - Atualizada em 20/02/2024 às 10h08min

Dívida com o tráfico: Jovem é sequestrada, esfaqueada e queimada em BH

A vítima tinha 22 anos e devia cerca de R$ 30 mil ao tráfico de drogas

Redação
Foto: reprodução/ redes sociais

Uma jovem, de 22 anos, identificada como Layze Stephanie Gonzaga Ramalho da Silva, foi brutalmente assassinada na noite de segunda-feira (19). Seu corpo foi encontrado em chamas por um caminhoneiro às margens da BR-040, em Pedro Leopoldo, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme os detalhes, o caminhoneiro estava passando pela rodovia e percebeu que alguém estava pegando fogo. Diante da situação, ele acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ela foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no hospital.

Segundo as informações, a jovem foi morta a facadas e teve 90% do corpo queimado. A investigação aponta que o suspeito de matá-la se passou por seu namorado antes do acontecido. Onde o homem acabou sendo apresentado para a família da vítima.

Sequestro

Segundo as investigações da Polícia Civil, Layze foi sequestrada no domingo (11) de Carnaval e mantida em cárcere privado. Durante esse período, ela teria sido torturada por conta de uma dívida de R$ 30 mil com o tráfico de drogas.

Prisões e busca por outros envolvidos

Os dois suspeitos, um homem e uma mulher, foram presos. Um deles estava com três identidades falsas e a mulher era dona da chave PIX utilizada para receber o pagamento da dívida.

A Polícia Civil investiga o caso e busca outros possíveis envolvidos no crime. A família da vítima relata que vinha recebendo ameaças desde a segunda-feira de Carnaval.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas