27/01/2024 às 23h28min - Atualizada em 27/01/2024 às 23h28min

Estado de Minas Gerais declara Estado de Emergência diante do aumento de casos de Dengue

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, prorrogou a situação de emergência em saúde pública por causa da alta incidência de casos de dengue e chikungunya no estado

Foto: designi
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, prorrogou a situação de emergência em saúde pública por causa da alta incidência de casos de dengue e chikungunya no estado. O decreto foi publicado no Diário Oficial do estado na manhã desta quarta-feira (27).

A medida, que já estava em vigor desde janeiro de 2024, foi prorrogada por mais 180 dias. Com isso, o estado poderá continuar adotando medidas administrativas e assistenciais necessárias para conter o aumento de casos das doenças.


De acordo com o painel de monitoramento da Secretaria Estadual de Saúde com dados contabilizados até sexta-feira (26), foram registrados 21.573 casos de dengue no estado neste ano, uma alta de 87,75% em relação ao último boletim divulgado, na segunda-feira (22). Um óbito foi confirmado e 34 estão em investigação.

O total de casos de chikungunya chega a 5.867. Uma morte pela doença foi confirmada.O secretário estadual de Saúde, Fábio Baccheretti, afirmou que a preocupação é maior com a região metropolitana de Belo Horizonte, onde os casos de dengue e chikungunya são mais frequentes.

"Essas regiões são as que mais preocupam a gente, porque são as que concentram o maior número de casos", disse.

O governo de Minas Gerais está realizando ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika. Essas ações incluem visitas domiciliares, mutirões de limpeza e distribuição de inseticidas.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas