02/01/2024 às 12h57min - Atualizada em 02/01/2024 às 12h57min

Mais de 250 presos liberados para o Natal no RJ não retornam à cadeia; líderes de facção estão entre os fugitivos

Prazo até 30 de dezembro não foi cumprido

G1
Foto: Reprodução/TV Globo
Mais de 250 detentos liberados para passar o Natal em casa não retornaram aos presídios do Rio de Janeiro, conforme o Disque Denúncia.

Esta medida é um benefício concedido a presos com bom comportamento, réus primários que cumpriram 1/6 da pena, ou reincidentes que cumpriram 1/4 da pena.


O prazo estipulado para o retorno era até as 22h do dia 30 de dezembro. Todos estavam cumprindo pena em regime semiaberto.

Em total, 1.785 presos foram contemplados com a Visita Periódica ao Lar (VPL) pela Justiça fluminense. Desse grupo, 253 não retornaram às unidades prisionais, sendo assim considerados foragidos.



Entre esses indivíduos estão líderes da maior facção de tráfico de drogas do Rio, incluindo Saulo Cristiano Oliveira Dias, conhecido como SL, e Paulo Sérgio Gomes da Silva, conhecido como Bin Laden.

O primeiro é ligado ao Complexo do Chapadão e foi preso em São Paulo em 2013, junto com Luiz Fernando do Nascimento Ferreira, conhecido como Nando do Bacalhau, tido como extremamente perigoso. Por sua vez, Paulo Sérgio liderava o tráfico na favela Dona Marta, em Botafogo, Zona Sul da cidade.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas