27/11/2023 às 07h21min - Atualizada em 27/11/2023 às 07h21min

Homem é morto com sete tiros em Coronel Fabriciano

Conforme as informações, a vítima havia saído há poucos dias do sistema prisional

Redação
Foto: reprodução/ Google Street View

Na tarde desse domingo (26), um homem, de 48 anos, foi morto com 7 disparos de arma de fogo. O crime ocorreu na Rua Clarindo Alves, no bairro Mangueiras, em Coronel Fabriciano. A vítima foi identificada como João Batista da Silva.

Segundo as informações, uma moradora do local ouviu disparos de arma de fogo. Ao sair de sua casa, encontrou um homem caído sobre um monte de britas, ainda com o capacete na cabeça, e uma motocicleta sobre seu corpo. Diante da situação, a polícia foi acionada e compareceu ao local.

Imediatamente, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), prestou os primeiros atendimentos à vítima. No entanto, a equipe declarou que João já havia falecido. Junto ao corpo, os militares encontraram uma pequena bolsa preta aberta, contendo chaves, carteira de motorista e cartão de banco.

Segundo informações repassadas à polícia, ele havia sido liberado do sistema prisional há menos de quinze dias e era morador do bairro Alegre, na cidade de Timóteo. A perícia compareceu ao local e realizou os procedimentos de praxe. Conforme os levantamentos, a vítima sofreu sete disparos de arma de fogo, sendo um nas costas e seis na região da cabeça.

Vários estojos vazios, munições picotadas, projéteis e fragmentos de projéteis foram encontrados e recolhidos próximos ao corpo da vítima. Já a motocicleta, estava com pelo menos quatro perfurações causadas por disparos de arma de fogo na carenagem e no tanque.

Além disso, um carro também foi danificado após ser atingido por um disparo de arma de fogo na coluna traseira do lado direito. O veículo foi liberado para o proprietário após a conclusão dos trabalhos periciais.

Informações levantadas no local indicavam que o crime pode ter envolvido um veículo HB20 ou Ônix preto, com quatro indivíduos em seu interior. Moradores locais relataram que um veículo de cor escura, com vidros escuros e quatro ocupantes, passou várias vezes pelas ruas do bairro Mangueiras solicitando informações sobre a vítima.

Ainda de acordo com as informações, João Batista estava planejando se mudar de cidade, temendo represálias de pessoas insatisfeitas com sua suposta ligação com uma tentativa de homicídio ocorrida no último dia 24 deste mês de novembro.

 


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas