28/08/2023 às 11h41min - Atualizada em 28/08/2023 às 11h41min

Mulher é detida sob suspeita de matar marido a facadas em Capelinha

O homem, de 33 anos, foi esfaqueado dentro de sua residência, sofrendo perfurações no pescoço e no tórax. Uma faca ensanguentada foi localizada e recolhida como evidência.

Redação
Foto: Reprodução

Uma mulher de 42 anos foi detida na manhã deste domingo (27), sob suspeita de ter esfaqueado fatalmente o marido, de 33 anos, dentro de sua residência no bairro Planalto, em Capelinha.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a mulher saiu de casa em busca de ajuda, gritando aos vizinhos que Marcos Rodrigues dos Santos havia sido agredido por homens com paus. No entanto, a perícia realizada pela Polícia Civil revelou que a vítima apresentava perfurações no pescoço e no tórax, indicando um ataque com faca. Uma faca ensanguentada foi encontrada e apreendida no local.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e, ao chegar no local, confirmou o óbito da vítima.

As investigações apontam a mulher como principal suspeita do crime. Imagens de circuito de segurança revelaram que o casal retornou para casa por volta das 23h e que ocorreu um desentendimento entre eles. Por volta das 00h30, a mulher deixou a casa com uma trouxa de roupas e procurou um vizinho para pedir auxílio médico.

Durante a apuração, a polícia foi informada de que a suspeita teria ido até a residência de um homem. Embora ela não tenha sido encontrada no local, o homem confirmou que ela apareceu por volta de 1h30 da madrugada, coberta de sangue e incapaz de explicar o ocorrido. Posteriormente, ela se dirigiu à casa de outra mulher, onde pediu permissão para dormir, porém, seu pedido foi recusado. Essa segunda mulher também confirmou que a suspeita estava coberta de sangue e alegou ter se acidentado com o marido. Depois dessa conversa, a mulher deixou o local.

Em meio às buscas, a polícia recebeu informações de que a suspeita estava em um terreno durante a manhã, consumindo bebida alcoólica. Quando localizada, apresentava hálito etílico e manchas vermelhas nas unhas, possivelmente de sangue. Ela não conseguiu oferecer detalhes concretos sobre o incidente.

Diante das evidências, a mulher foi presa em flagrante e conduzida à delegacia local para prestar esclarecimentos sobre o caso.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas