22/08/2023 às 15h34min - Atualizada em 22/08/2023 às 15h34min

Polícia investiga se incêndio em ponte queimada foi criminoso

O fogo atingiu parte do tablado de madeira que compõe a passarela da ponte

Redação
Foto: divulgação/ PMAMB

Na tarde da última segunda-feira (21), por volta das 17:00 horas, a polícia foi acionada após um homem, não identificado, ter ateado fogo na ponte sobre o Rio Doce, conhecida como "Ponte Queimada", que conecta os municípios e está próxima ao Parque Estadual do Rio Doce.

A equipe policial se dirigiu ao local acompanhada por funcionários da unidade de conservação, composta por um vigilante e três brigadistas. Ao chegarem à ponte, constatou-se que o fogo havia atingido parte do tablado de madeira que compõe a passarela da ponte, abrangendo uma extensão de cerca de 10 metros.

As madeiras ainda apresentavam sinais de fumegamento e fumaça, o que levou os brigadistas a realizar um rescaldo adicional para garantir que o fogo estivesse completamente controlado. Durante as vistorias, foi evidenciado que, apesar da estrutura robusta da ponte, composta por pilares de concreto e metal, os travessões e longarinas feitos de madeira apresentavam desgaste e sinais de deterioração.

Segundo informações de uma testemunha, ao passar próximo à ponte, notou sinais de fumaça e, ao se aproximar, percebeu que o fogo estava consumindo a estrutura. Imediatamente, acionou a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Pingo D'água e os brigadistas da empresa Cenibra, que controlaram o incêndio.

O incêndio, além de danificar parte da estrutura da ponte, gerou condições propícias para possíveis incêndios na área do Parque Estadual do Rio Doce. As investigações seguem em andamento para identificar os responsáveis por esse ato criminoso e premeditado. Até o momento, não foram obtidos dados relativos aos autores ou suspeitos.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas