21/08/2023 às 10h14min - Atualizada em 21/08/2023 às 10h14min

Homem mata filha da cunhada, oculta o corpo e colabora nas buscas

O homem confessou o crime e vai responder por feminicídio qualificado e também enfrentará acusações por ocultação de cadáver.

Redação
Foto: Reprodução/ Ilustrativa

O crime aconteceu na cidade de Três Pontas, no Sul de Minas. A jovem teria sido assassinada por um homem de 25 anos, cunhado da mãe da vitima. O desfecho do crime veio após o corpo da adolescente de 14 anos, desaparecida por sete dias, ser encontrado na zona rural do município de Nepomuceno. 

A tragédia começou a se desenrolar quando a adolescente foi vista pela última vez entrando em um carro preto na véspera do Dia dos Pais, em 12 de agosto, nas proximidades de sua residência. A investigação conduzida pela Polícia Civil e Polícia Militar resultou na identificação do cunhado como o principal suspeito do crime.

O Capitão Júlio Gomes, da Polícia Militar, relatou em coletiva de imprensa como a investigação levou à descoberta do suspeito, que confessou o crime. O setor de inteligência da PM recebeu informações de que o suspeito pretendia ocultar ainda mais o corpo.

"Com base nessa informação precisa, fomos ao local indicado, abordamos o suspeito e apresentamos evidências que o ligavam ao crime. Ele confessou e nos conduziu até o local onde tinha ocultado o corpo", afirmou Júlio Gomes.


O suspeito chegou a enganar a família e colaboradores nas buscas pela adolescente, mas essa farsa foi descoberta. O Delegado Gustavo Gomes, responsável pela investigação, detalhou como o suspeito se aproximou da família fingindo ser um colaborador. No entanto, ele simulou uma última localização do celular da vítima que acabou por se revelar falsa. A suspeita cresceu quando o rapaz foi flagrado tentando ocultar o corpo da jovem em uma fazenda onde ele trabalhava.

Conforme os detalhes da confissão do suspeito, a adolescente teria entrado voluntariamente em seu carro. Ele a estuprou e, para encobrir o crime, a agrediu fatalmente na cabeça com um pedaço de madeira, seguido de asfixia.

O homem, além de ser acusado de feminicídio qualificado, também enfrentará acusações por ocultação de cadáver. Ele já foi encaminhado ao sistema prisional e o caso continuará sendo investigado para esclarecer todas as circunstâncias e detalhes dessa trágica ocorrência. A comunidade local permanece chocada diante dessa devastadora revelação.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas