14/08/2023 às 08h18min - Atualizada em 14/08/2023 às 08h18min

Confusão em bar em Santana do Paraíso termina em agressão

De acordo com informações tudo começou quando o agressor tentou consumir antes de efetuar o pagamento, que era política do estabelecimento. Questionado não gostou e partiu para agressão.

Redação
Foto: Reprodução/ Santana do Paraíso

Um incidente ocorreu na noite deste domingo (13), quando um conflito em um estabelecimento comercial resultou em lesão corporal e agitação entre os envolvidos. A vítima, identificada como João Gomes Ribeiro, de 65 anos, foi agredida por um homem identificado como Joelson Gonçalves Santos, de 30 anos, que, insatisfeito com a política de vendas do estabelecimento, teria atacado a vítima com uma cadeira de plástico.

De acordo com os relatos, o incidente ocorreu por volta das 18h57 na Rua Olavo Bilac, número 169, no bairro Cidade Nova, Santana do Paraíso, MG. A vítima, proprietário do estabelecimento, confrontou o agressor quando ele tentou consumir antes de efetuar o pagamento. O proprietário ressaltou que a política do estabelecimento exigia o pagamento antes do consumo. Diante da negativa, Joelson Santos alegou possuir recursos suficientes para adquirir o próprio estabelecimento, resultando em um confronto verbal.

O conflito físico se desenrolou quando Joelson desferiu um soco no rosto da vítima, seguido por um ataque violento com uma cadeira de plástico. A agressão causou danos ao proprietário. Após o ataque, o agressor fugiu do local. A polícia foi acionada através do COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar),chegou rapidamente à cena.

Após investigações e rastreamento, a polícia descobriu que Joelson Gonçalves Santos estava alojado em um local próximo. O porteiro do alojamento relatou que o agressor entrou e saiu rapidamente, com destino desconhecido. Segundo informações, Joelson Santos é natural do estado do Pará e estava prestando serviços para uma empreiteira que atuava para a Usiminas.

As autoridades estão buscando localizar Joelson Gonçalves Santos para responder pelas acusações de agressão e lesão corporal.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas