11/08/2023 às 17h36min - Atualizada em 11/08/2023 às 17h36min

Saúde de Fabriciano realiza campanha vacinação antirrábica

Todos os animais (cães e gatos) com mais de três meses devem ser imunizados

Redação
Foto: divulgação

A Prefeitura de Coronel Fabriciano realiza anualmente a campanha de Vacinação Antirrábica para proteger a saúde pública e garantir o bem-estar dos cidadãos e seus amigos de quatro patas. A partir do próximo sábado, 26/8, cães e gatos com mais de idade deverão ser levados aos postos de imunização (veja calendário ao final da matéria).

A gerente de Vigilância em Saúde, Vânia Tavares, fala que a campanha tem o objetivo de imunizar 7 mil animais no município. “A raiva é transmitida por meio do contato com a saliva de animais infectados, como cães, gatos, morcegos e outros mamíferos. É uma doença grave e potencialmente fatal, mas que pode ser evitada através da vacinação. Daí a importância de imunizar todos os animais domésticos anualmente”, destaca.

A campanha conta com equipes de vacinadores em pontos fixos de vacinação, como escolas municipais e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A campanha também se estende ao setor rural, na Serra dos Cocais, nos dias 19 e 20 de agosto.

Sobre a vacina

Todos os animais (cães e gatos) com mais de três meses devem ser imunizados. Fêmeas que estejam gestantes ou lactantes devem ser vacinadas posteriormente. Animais doentes, com alta carga parasitária e/ou desnutridos, apresentam comprometimento do sistema imunológico, o que reduz a eficácia da vacina; portanto, o estado de saúde, bem com imunização desses animais devem ser avaliadas.

É importante ainda que os animais sejam conduzidos com coleira e guia, por pessoas com idade e força suficientes para controlá-los. Cães e gatos agressivos ou de temperamento difícil devem estar utilizando focinheira. Lembre-se de levar o cartão de vacinação do animal da última campanha.

Raiva

A raiva é uma doença viral que afeta mamíferos, incluindo seres humanos, e é transmitida principalmente pela mordida ou arranhão de um animal infectado, comumente cães e morcegos. A progressão da doença é silenciosa no início, com um período de incubação que pode variar de algumas semanas a meses, tornando o diagnóstico precoce e a prevenção fundamentais para evitar complicações.

Sintomas em humanos

Os sintomas da raiva passam por várias fases, começando com sinais iniciais que muitas vezes se assemelham a uma gripe e mal-estar geral. À medida que a doença progride, os sintomas se tornam mais graves e distintos, como:

· Febre
 

· Dor de cabeça
 

· Fraqueza muscular
 

· Ansiedade
 

· Irritabilidade
 

· Insônia
 

· Medo da água (hidrofobia)
 

· Medo da luz (fotofobia)
 

· Paralisia
 

· Convulsões
 

· Coma
 

Sintomas em animais
 

Os sintomas da raiva em animais variam de acordo com a espécie animal e a etapa da doença. Os mais comuns, são:

· Mudança de comportamento (podem se tornar agressivos, submissos ou apáticos)
 

· Problemas de locomoção e dificuldade para andar, beber ou comer.
 

· Salivação excessiva
 

· Dificuldade para respirar
 

· Convulsões

Vânia Tavares comenta que o município tem trabalhado com a posse responsável dos animais, que é cuidar do animal em sua integridade. Então esse animal demonstra qualquer tipo de sintoma da doença, deve ser levado imediatamente a um veterinário de referência e confiabilidade do dono.

Em caso de dúvidas e orientações, entre em contato com o Serviço de Zoonoses: 3406-7432.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas