26/06/2023 às 14h21min - Atualizada em 26/06/2023 às 14h21min

Primeira morte por Chikungunya em Ipatinga é confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde

Pesquisa apontam que quase 90% dos casos da doença concentra na Macrorregião do Vale do Aço.

Redação
Foto: Divulgação/PMI

Confirmado nesta segunda-feira (26) pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) a primeira morte por Chikungunya no município de Ipatinga, no Vale do Aço.

Concentra-se na cidade quase 90% dos casos da doença na Macrorregião do Vale do Aço. Conforme pesquisas de monitoramento disponibilizado pela Saúde, em toda a região há 3.897 casos de Chikungunya confirmados, e 3.513 destes casos são em Ipatinga, o que equivale a 88.11%.

Comparado com o ano de 2022, que foram contabilizados apenas 138 casos da doença, indica-se que houve o aumento de mais de 25 vezes.Para efeito de comparação, em todo o ano de 2022, foram contabilizados apenas 138 casos da doença, o que indica um aumento de mais de 25 vezes.

Há outras mortes sob investigações na cidade. No entanto, conforme as atualizações desta segunda-feira, foi descartada a possibilidade de óbito por dengue.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas