21/06/2023 às 16h48min - Atualizada em 21/06/2023 às 16h48min

Mulher é extraditada após ser condenada por roubo em Ipatinga

Na decisão fala que ela estava em Portugual, mas foi condenada por roubo com uso de violência

Redação
Foto: reprodução

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) obteve decisão favorável de Portugal para extraditar uma brasileira, de 53 anos, condenada por roubo com uso de violência, que estava foragida naquele país.

A extradição foi requerida pelo MPMG, por meio das Promotorias de Justiça de Execução Penal de Ipatinga e da 3ª Promotoria de Justiça Criminal de Ipatinga, e concluída com êxito integral pelo deferimento da República Portuguesa.

A mulher, que inicialmente cumpria reclusão em regime fechado, fugiu depois de obter alvará de soltura da prisão preventiva para aguardar o seu julgamento definitivo em liberdade.

Por intermédio do alerta internacional de Difusão Vermelha da Interpol (Organização Internacional da Polícia Criminal), a condenada foi localizada e presa em Portugal. Em seguida, foi feito o trâmite judicial e diplomático entre os dois países para trazer a foragida de volta para o Brasil.

O traslado da brasileira até o Presídio de Timóteo, localizado na região do Vale do Aço, em Minas Gerais, foi efetuado na sexta-feira (16) e foi supervisionado pela Polícia Federal.

A mulher foi condenada na 1ª Vara Criminal de Ipatinga a cumprir seis anos de reclusão por roubo com emprego de violência em crime que incluiu a participação de mais duas pessoas, em março de 2013, no Bairro Caravelas, em Ipatinga.

 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas