17/04/2023 às 14h29min - Atualizada em 17/04/2023 às 14h29min

Programa conscientiza alunos sobre alimentação saudável em Timóteo

A ação compreende visitas nas escolas pelas nutricionistas e por agentes comunitários de saúde com palestras e bate-papo com os estudantes da educação básica

Redação
Foto: divulgação

Com o objetivo de promover a qualidade de vida dos estudantes por meio de ações de prevenção, promoção e atenção à saúde as nutricionistas da Prefeitura de Timóteo estão desenvolvendo ao longo deste mês o Programa Saúde na Escola (PSE), uma iniciativa intersetorial dos Ministérios da Saúde e da Educação adotada pelo Município por meio das Secretarias Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer e da Saúde e Gestão.

A ação compreende visitas nas escolas pelas nutricionistas e por agentes comunitários de saúde com palestras e bate-papo com os estudantes da educação básica. De acordo com a nutricionista da Secretaria de Educação, Tathiane Ferreira Silva, a iniciativa trabalha especialmente a prevenção contra a obesidade e o incentivo a uma alimentação mais saudável na rotina dos alunos.

Desde que a atual gestão do Município assumiu em julho de 2018 a melhoria da qualidade da alimentação escolar se tornou prioridade. Neste ano letivo de 2023, por exemplo, foram introduzidos novos cardápios na merenda escolar que beneficiam aproximadamente 6 mil alunos das UMEIS, das creches conveniadas, da APAE, do Centro de Educação Inclusiva/ Educação de Jovens e Adultos e das escolas municipais. Os seis novos cardápios adotados nas escolas são específicos para cada faixa etária e favorecem a diversidade alimentar e nutricional ricos em cálcio, ferro, fibras, vitamina A e vitamina C, que são nutrientes de grande importância no desenvolvimento infantil e prevenção de doenças.

No caso do Programa Saúde na Escola as visitas seguidas de palestra já foram realizadas nas Escolas Ana Moura, Creches Amor e Luz e Santa Terezinha; e Escolas Infantis Cecília Meireles e João Bolinha. Na próxima semana a atividade está agendada para as Escolas Monteiro Lobato, Clarindo Carlos Miranda, Limoeiro, Angelina Alves de Carvalho e UMEI Professor Ruimar Bertelli Machado. Ao todo a previsão é alcançar 2.500 alunos.

Na escola Cecília Meireles, visitada na quinta-feira pelas nutricionistas Tathiane e Luiza Florêncio, pela estagiária Simone Oliveira e pela Agente Comunitária em Saúde (ACS) Elzira Cunha, a dinâmica envolveu teatro de bonecos, música e brincadeiras interativas na qual os alunos eram estimulados a identificar alimentos saudáveis como frutas e legumes.

Uma preocupação das nutricionistas é em relação ao excesso de merenda ultraprocessadas levadas para serem consumidas no recreio, o que provoca a ingestão excessiva de calorias e por consequência a obesidade. Nesse sentido, Tathiane explicou que a alimentação oferecida nas escolas já é pensada para suprir a necessidade nutricional de cada criança. "Se a mãe quiser que o filho leve um lanche para escola é recomendável que ela coloque na lancheira um alimento saudável como por exemplo uma fruta, no entanto os estudantes já têm à disposição a alimentação necessária nas escolas”, ponderou Tathiane Ferreira.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas