12/04/2023 às 15h41min - Atualizada em 12/04/2023 às 15h41min

Advogado é denunciado por assédio sexual na região do Vale do Aço

O fato foi divulgado nas redes sociais e outras vítimas também se posicionaram

Redação
Foto: reprodução/ vídeo

Um advogado foi denunciado por uma adolescente, no município de Açucena, por assédio sexual. A situação repercutiu nas redes sociais e outras vítimas também relataram assédios sofridos pelo mesmo suspeito.
 

Segundo uma das vítimas, no dia 16 de março deste ano, ela recebeu uma mensagem lhe convidando para uma entrevista de emprego. Ao chegar, foi convidada a entrar em uma sala e fechar a porta do local.
 

Ainda conforme o relato, ela foi recebida com um aperto de mão e se sentou na cadeira. Mas, em seguida, o suspeito pegou em sua mão novamente e sentou-se do seu lado. Ao terminar, o homem questionou a adolescente se ela já havia ido ao motel e se iria escondida com ele.
 

Na publicação realizada no Instagram, ela ainda contou que apenas se desviou da conversa e disse que precisava ir embora, mas, ao se levantar, o homem ainda teria passado a mão nos seus seios, antes que ela fosse.
 

Diante da situação, a vítima denunciou o advogado, porém, segundo ela, começou a ser julgada pela denúncia e algumas pessoas até duvidavam do que ela estava falando. Com a exposição do caso, outras jovens também começaram a expor situações semelhantes com o mesmo suspeito.

Outro relato

 

Em um dos casos, uma mulher contou que tinha 17 anos e trabalhava no escritório do advogado, mas, em um dos dias de trabalho, ela foi surpreendida com um tapa na bunda enquanto fazia faxina. Ainda no relato, ela descreveu que o mesmo também tentou beijá-la em outra situação.
 

Mas, os relatos não pararam por aí. Um vídeo, no qual não mostra o rosto do suspeito, foi publicado por uma terceira vítima que contou ter ocorrido em 2019. No áudio da conversa, o advogado pergunta a adolescente, na época, se “algum homem já havia lhe pegado de jeito”.
 

No texto publicado junto ao vídeo, ela relata que o fato ocorreu dentro do carro em um local abandonado que fica entre Ipatinga e Belo Oriente. Ainda conforme o relato, o suspeito a levou para o local sem o seu conhecimento. 
 

“Incansavelmente, continuava a me perguntar sobre minha vida pessoal e dizer coisas absurdas como ‘você merece um homem que te faça mulher, que te chup3 e te com@’ e ele estava ciente da minha idade, tinha 16 anos. Entramos em um loteamento aparentemente abandonado, completamente coberto por entulho e mato.. não tinha sinal e, mesmo que eu quisesse ligar, minha mãe estava sem celular na época”, diz parte do texto publicado por uma das vítimas. 

 

A vítima ainda contou que só pensava em como sair do veículo. “Ele dizia coisas absurdas, passava a mão na minha perna e mencionou a respeito de dinheiro… Eu quase chorando, suando frio e completamente sem lugar, passando mal já e com a cabeça a milhão pensando em formas de sair dali”, completou.
 

Em conversas com a reportagem do Vale 24 Horas, uma das vítimas contou que algumas mães e conhecidas das famílias estão organizando uma passeata e uma carreata no município para pedir justiça pelos fatos ocorridos.

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas