04/01/2023 às 13h18min - Atualizada em 04/01/2023 às 13h18min

Falso "pai de santo" suspeito de estupro é preso em Minas Gerais

Duas irmãs, de 18 e 20 anos, teriam sido estupradas pelo investigado. Uma delas engravidou do suspeito

Redação
Foto: Divulgação/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), com apoio da Polícia Militar, cumpriu um mandado de prisão preventiva contra um homem de 41 anos investigado por estupro. De acordo com a PCMG, o suspeito se apresentava como pai de santo e foi preso após desembarcar na cidade de Itaobim-MG, no Vale do Jequitinhonha, após retornar do estado da Bahia, onde estaria se escondendo. A prisão foi realizada no último dia 30 de dezembro, sexta-feira.

Segundo a PCMG, as investigações tiveram início em julho deste ano, quando chegaram ao conhecimento da policia as primeiras informações de que o investigado, ao oferecer ajuda espiritual à família das vítimas - duas irmãs, de 18 e 20 anos - teria praticado o crime. Em decorrência dos abusos, uma delas ficou grávida.


De acordo com a delegada responsável pelo trabalho investigativo, Gabriela Andrade, após os fatos, o suspeito fugiu da cidade. “Mesmo a distância, ele continuava em contato com familiares das vítimas, enviando áudios ameaçadores e em tom de intimidação, fazendo referência ao bebê que estava para nascer, insinuando que iria processar as vítimas, e que queria se casar com aquela que teria engravidado”, conta.

Investigações

Gabriela Andrade informou que, além das oitivas realizadas e demais procedimentos pertinentes à apuração, foi juntado ao inquérito policial documentação expedida pela unidade de saúde na qual as vítimas foram atendidas, apontando o estado clínico e psicológico das jovens, “que se mostraram profundamente abaladas”, observa a delegada ao completar que, em virtude dos elementos colhidos, a PCMG representou à Justiça pela prisão preventiva do investigado.

Durante os levantamentos acerca do paradeiro do suspeito, a equipe obteve a informação de que ele teria retornado à Bahia, de onde é natural, e que voltaria a Minas Gerais, considerando o interesse afetivo por uma das vítimas. Ao chegar em Itaobim, na manhã de sexta-feira (30), o investigado foi abordado pelos policias e preso.

A Polícia Civil informou que o inquérito policial está em fase de conclusão e será remetido à Justiça nos próximos dias.


Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas