25/08/2023 às 15h01min - Atualizada em 25/08/2023 às 15h01min

Mulher sofre ataque com faca no pescoço em pontilhão de ferro em Ipatinga

Vítima é socorrida e hospitalizada após ser esfaqueada; suspeito segue foragido.

Redação
Foto: Reprodução
Uma mulher de 42 anos foi esfaqueada no pescoço durante a tarde desta quinta-feira (24), enquanto se encontrava no pontilhão do Centro de Ipatinga, na região do Vale do Aço.

O incidente ocorreu quando a vítima e seu companheiro estavam deitados sob o pontilhão de ferro nas ruas Belo Horizonte e Poços de Caldas. Segundo relato da mulher, um homem se aproximou e a chamou. Ao se aproximar dele, o suspeito agarrou seu braço e tentou arrastá-la em direção a um veículo. Entretanto, a vítima resistiu.

Em resposta à resistência da mulher, o homem sacou uma faca e desferiu três golpes, dos quais dois atingiram seu pescoço e um atingiu seu ombro. Logo após o ataque, o suspeito fugiu do local a bordo de um veículo Fiesta de cor prata.

Testemunhas que estavam nas proximidades do ocorrido rapidamente acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou os primeiros socorros à vítima. Ela foi então encaminhada ao Hospital Márcio Cunha, onde permanece sob observação médica.

De acordo com informações da própria vítima, a possível motivação por trás do ataque tem ligações com um incidente anterior. Na semana anterior, ela havia ido até a cidade de Coronel Fabriciano para sacar um benefício bancário, onde se envolveu em uma discussão com a mãe de um indivíduo residente na área da Prainha. Durante essa discussão, a vítima relatou que chegou a agredir a mãe do indivíduo.

O suspeito do ataque estava vestindo uma camisa do time de futebol Cruzeiro no momento do incidente. A Polícia Militar conseguiu também obter a identificação da placa do carro usado no crime. Atualmente, as forças policiais estão realizando diligências para localizar e prender o autor.

 
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas