16/08/2023 às 14h23min - Atualizada em 16/08/2023 às 14h23min

Vazamento de ácido nítrico provoca evacuação de empresa em Timóteo

O vazamento de ácido nítrico a 53% desencadeou uma reação com o aço, resultando em uma densa fumaça vermelha no local e mobilizou equipes de emergência para conter a situação.

Redação
Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiro
Um incidente de alto risco causou a evacuação imediata de uma empresa no bairro Núcleo Industrial, no município de Timóteo. O vazamento de ácido nítrico a 53% desencadeou uma reação com o aço, resultando em uma densa fumaça vermelha no local e mobilizando equipes de emergência para conter a situação.

O gerente da empresa relatou o vazamento de ácido nítrico, que entrou em reação com o aço presente no ambiente, gerando a liberação de uma fumaça vermelha intensa. Devido ao alto risco associado a produtos químicos perigosos, a evacuação da empresa foi realizada de forma rápida e eficiente. Até o momento, não foram relatados feridos ou óbitos decorrentes do incidente.

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) atuou prontamente no local com uma equipe composta por seis militares e o suporte de três viaturas terrestres para controlar a situação. Estima-se que cerca de 1000 litros de ácido nítrico a 53% tenham sido derramados. Felizmente, o vazamento foi contido dentro de uma bacia de contenção, minimizando potenciais danos ambientais.

Medidas de contenção foram rapidamente implementadas, com a central de operações industriais (COI) disponibilizando um material composto por 39% de cal para neutralizar o ácido derramado. Equipes de descontaminação e prontidão também foram mobilizadas para agir conforme necessário. A presença da Polícia Militar no local garante a segurança e auxilia nas operações de controle da situação.

Apesar da gravidade do incidente, não foi necessário o fechamento da rodovia BR 381 nas proximidades da empresa.

As autoridades estão tratando o caso com extrema cautela devido ao risco de intoxicação e à potencial reação explosiva do ácido nítrico. A densa fumaça vermelha resultante da reação química serve como um indicador visível da gravidade da situação.

As equipes de emergência continuam trabalhando para conter o vazamento, minimizar riscos e garantir a segurança de todos os envolvidos. A comunidade está sendo mantida informada sobre os desenvolvimentos, e as autoridades permanecem vigilantes para garantir que a situação seja completamente controlada.
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas