14/06/2023 às 09h04min - Atualizada em 14/06/2023 às 09h04min

Casal mineiro é preso suspeito de aplicar golpe do falso investimento

Os golpes consistiam em passar para grupos de aplicativos de mensagens a falsa impressão de que a suposta empresa do casal tinha alta confiança para investimentos

Redação
Foto: divulgação/ PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu a prisão preventiva de um homem, de 34 anos, e da esposa dele, de 29, em Lagoa Santa, Região Metropolitana de Belo Horizonte, suspeitos de aplicarem golpes de estelionato que lesaram centenas de vítimas em Minas e em outros estados.

Em maio do último ano, o casal teve os sigilos bancário e fiscal quebrados judicialmente e, posteriormente, foram presos temporariamente, tendo as prisões sido convertidas em preventivas. Após cumprirem pena em liberdade, o casal passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

Mesmo com a cautelar, vítimas de outros estados procuraram a PCMG, denunciando golpes do mesmo tipo que eles estavam aplicando antes da prisão, o que gerou o novo pedido de prisão preventiva.

Golpes

Os golpes consistiam em passar para grupos de aplicativos de mensagens a falsa impressão de que a suposta empresa do casal tinha alta confiança para investimentos. As vítimas então entravam em contato com o suspeito, o qual prometia retorno financeiro para os investimentos de mais de 100% ou, caso não se confirmassem por algum problema no mercado financeiro, teriam o dinheiro devolvido. Assim, as vítimas transferiam os valores diretamente para a conta do investigado.

Além disso, as investigações demonstraram que os suspeitos incentivavam as vítimas a atraírem outros potenciais investidores, fomentando a criação de uma rede de clientes.

Em liberdade, os suspeitos continuaram a cometer o mesmo golpe, oferecendo investimentos a curto prazo, mas não cumpriam com o contrato firmado. Diante da continuidade dos crimes praticados, eles tiveram as prisões preventivas novamente decretadas e cumpridas pela equipe da Polícia Civil em Lagoa Santa na última quinta-feira (7/6). O casal está no sistema prisional, à disposição da Justiça.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas