02/06/2023 às 13h24min - Atualizada em 02/06/2023 às 13h24min

Coronel Fabriciano atinge meta da vacinação contra Influenza

Estratégias eficientes e descentralização do serviço contribuem para o sucesso da campanha de imunização

Redação
Foto: Divulgação/PMCF

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, alcançou a meta de vacinação prevista para a Influenza.

O mapa de cobertura da Secretaria de Estado da Saúde (SES) mostra que o município ultrapassou a meta prevista na cobertura de crianças, gestantes, puérperas, idosos, indígenas, trabalhadores da saúde e professores – grupos prioritários da campanha.

O público alvo da campanha previa atingir 31.709 pessoas. Excluindo os indígenas, já que o município não possui nenhuma etnia, Fabriciano ultrapassou a meta em 0,37%.

O secretário de Governança da Saúde, Ricardo Cacau, disse que o município teve que se desdobrar para alcançar a meta: "A vacina teve uma queda por causa das fake news (notícias falsas sobre eficácia da vacina), mas a gente sempre trabalhou com respeito e qualidade. O prefeito ajudou com as orientações nas lives e nós priorizamos os idosos, vacinamos em casa, fizemos buscas contínuas, vacinamos nas escolas, nas creches... Isso nos ajudou a encontrar o público alvo e vacinar a todos", disse.

A descentralização do serviço gerou economia ao município, uma vez que não foi necessário realizar o famoso "Dia D". Segundo o secretário, apesar da importância da ação, o Dia D custa caro para a gestão. Em vez de promover 'Dia D', a gestão municipal preferiu ir atrás de quem não compareceu às unidades de saúde por desorientação ou por necessidades diversas. "Enquanto alguns questionavam porque a gente não fazia Dia D, nossa equipe estava indo atrás e vacinando as pessoas. Isso trouxe qualidade assistencial ao serviço e gerou dados relevantes. Não estamos preocupados com o Dia D. O importante é levar vacina para quem precisa", disse Cacau.

CONTINUIDADE

Com a meta alcançada a pergunta que fica é: A vacina ainda está disponível? A coordenadora de imunização do município, Patrícia Hermógenes informa que a vacina já está disponibilizada para todos os públicos acima de seis meses de vida. "Agora estamos vacinando por livre demanda. Todos que quiserem tomar a dose podem comparecer a uma Unidade Básica de Saúde que receberá a dose", disse.

O município possui salas de vacinas com centrais de resfriamento 24h em todas as UBSs.

POR QUE SE VACINAR?

O vírus da influenza é um dos mais desafiadores dos tempos atuais. De um ano para o outro, é normal o vírus sofrer mutações e causar sintomas gripais sempre que se aproxima o período mais frio do ano. A vacina acompanha essas mutações, o que a deixa ainda mais importante. Quem se vacina não está 100% livre do vírus, mas terá reduzida a chance de desenvolver um quadro grave de infecção.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas