30/05/2023 às 13h48min - Atualizada em 30/05/2023 às 13h48min

Fabriciano participa de projeto piloto Saúde em Rede com capacitações

Secretário de Governança da Saúde destaca a importância do programa na organização da rede assistencial

Redação
Foto: Divulgação/PMCF

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, iniciou as capacitações do Programa Saúde em Rede, lançado pelo Governo de Minas. O projeto, ainda piloto, envolve os 35 municípios da Macro Região do Vale do Aço.

 

O Secretário de Governança da Saúde, Ricardo Cacau vê o programa como mais um avanço na rede de saúde pública: "O SUS precisa ser desenhado e estruturado através da rede assistencial. Nós temos a Atenção Primeira, onde há o primeiro atendimento; nós temos a Atenção Especializada e as unidades de Urgência e Emergência. Então temos que desenhar e discutir a rede. Essa proposta é para fazer um estudo da rede para ver onde há melhor condição de atender o cidadão", disse.

 

O secretário lembra que a Lei 8.080/1990 definiu o sistema de atendimento em rede pelo SUS por meio da organização e do funcionamento dos serviços.

 

Segundo Cacau, o Saúde em Rede vai dar clareza à prestação dos serviços, mostrando onde há prevalência de determinada cirurgia, vagas de especialistas e condições de melhor atendimento no momento. A expectativa é de que haja melhoria na prestação do serviço, com novas pactuações e melhor organização.

 

"Fabriciano já se preocupou com isso e implantou o prontuário eletrônico, fortaleceu a Atenção Primária favorecendo a referência e contra referência. Agora vamos implantar isso regionalmente nos municípios de toda a Macro, verificando quais são as necessidades regionais, assim como todo o Estado", disse Cacau.

 

SAÚDE EM REDE EM FABRICIANO

O Saúde em Rede é um processo de educação permanente. Em Coronel Fabriciano, o trabalho começou pela Unidade Básica de Saúde (UBS) Mangueiras e se estenderá para as outras unidades. Tutores treinados pelo Estado têm a missão de capacitar as equipes da Atenção Primária. No próximo passo, vem a Atenção Especializada e Hospitalar.

 

O fortalecimento das equipes no exercício das funções assistenciais e gerenciais permitirá explorar o potencial de cada município. Em Coronel Fabriciano, o exemplo é o do Hospital Dr. José Maria Morais, que vem batendo recorde na realização de cirurgias eletivas e outros procedimentos. Com o Saúde em Rede, outros municípios poderão se beneficiar da expertise do HJMM por meio da pactuação.

 

Com isso, Ricardo Cacau acredita que a disponibilização de recursos também será mais efetiva e bem direcionada, com benfeitorias em toda a rede.

 

Saúde em Rede conta com uma plataforma de monitoramento e um painel de bordo que permite acompanhar e avaliar todos os processos implantados.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas