06/12/2022 às 22h52min - Atualizada em 06/12/2022 às 22h52min

Cinco trabalhadores seguem na UTI após ocorrência com gás na Usiminas, em Ipatinga

Causa e circunstância do vazamento do gás segue em investigação

Redação
Foto: Matheus Luan/Vale 24 Horas

Uma ocorrência registrada por volta das 20:30h dessa terça-feira (6), na usina da Usiminas, em Ipatinga, levou à hospitalização de trabalhadores terceirizados por inalação de gás. Em nota, a Usiminas informou que os empregados foram encaminhados ao Hospital Márcio Cunha para atendimento, 6 deles permanecem em cuidado intensivo. Nove ficaram em observação e já receberam alta. Confira a matéria completa atualizada clicando aqui.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militares de Minas Gerais (CBMMG), a equipe não foi acionada para nenhum tipo de atendimento relacionado à empresa Usiminas.

"Assim que tomamos conhecimento dos fatos, fizemos contato com a empresa responsável pela segurança da Usiminas e fomos informados que não era necessária nenhuma atuação  do CBMMG no local, uma vez que a equipe da empresa já havia tomado todas as medidas necessárias e a situação já estava controlada", contou o CBMMG.

A Policia Militar de Meio Ambiente compareceu no interior da Usina nesta terça-feira e também se pronunciou sobre o fato.

"Apurou-se que o vazamento ocorreu em um gasômetro (local onde fica armazenado gases oriundos do processo de produção de ferro-gusa, o BFG). As causas ainda estão sendo investigadas, porém acredita-se que teria ocorrido por falha técnica do sistema de vedação do gasômetro, ocasionando o vazamento do gás. A empresa não conseguiu mensurar a quantidade de gás que teria vazado", disse a PM. 

Em nota divulgada na manhã desta quarta-feira (7), a Usiminas informou o estado de saúde dos empregados.

"A Usiminas esclarece que os empregados foram prontamente atendidos. Cinco pessoas permanecem em cuidado intensivo no Hospital Márcio Cunha e outros dez em observação. A empresa está prestando toda a assistência necessária aos empregados e a situação operacional na Usina já se encontra controlada", diz a nota.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas