25/11/2022 às 15h08min - Atualizada em 25/11/2022 às 15h08min

Copasa investe R$ 3,6 milhões para assegurar água tratada a população de Mesquita

Obras do sistema de abastecimento serão finalizadas até dezembro de 2023

Redação
Foto: Divulgação/Copasa

Para que uma população tenha mais saúde e qualidade de vida é preciso investir em tratamento de água. Por isso, cerca de 3.500 moradores da sede do município de Mesquita vão receber água tratada até dezembro de 2023, por meio das obras de implantação do sistema de abastecimento de água da Copasa.   

O empreendimento possui um investimento de R$ 3,6 milhões e prevê a implantação de uma barragem e nova captação de água bruta no córrego Caratinguinha, com vazão correspondente a 12 l/s (cerca de 700 mil litros de água por dia); a construção de 1.072 metros de adutora de água bruta (tubulações responsáveis por conduzir a água do ponto de captação no manancial até a Estação de Tratamento de Água - ETA); a implantação de 2.146 metros de redes de distribuição de água tratada (redes de água que conduzem a água tratada para os pontos de consumo, como casas, prédios e comércios); a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água - ETA; e a implantação de um reservatório metálico elevado de 15 mil litros de reserva para atender a parte alta. Além disso, a Prefeitura Municipal de Mesquita, com o apoio da Copasa, iniciou a obra de padronização das ligações prediais de água na cidade.  


O superintendente da Unidade de Negócio Leste (UNLE), Albino Campos, destaca a importância da água potável para a população. "A água tratada é indispensável para a melhoria da saúde, bem-estar e qualidade de vida de todos. A Copasa está cumprindo um compromisso firmado junto ao município de Mesquita, com a implantação do sistema de abastecimento de água da cidade, que propiciará o acesso à água tratada em quantidade, continuidade e qualidade, garantindo à população mais saúde e qualidade de vida", conta.  

Qualidade e preservação 

Água tratada é um produto que exige altos investimentos para a sua produção, reservação, distribuição e controle de qualidade. Para garantir que ela esteja dentro dos padrões estabelecidos pela Portaria do Ministério da Saúde, a Companhia exerce um rigoroso controle no processo de tratamento da água bruta e investe em programas de preservação dos mananciais de onde o recurso hídrico é captado para abastecimento público. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://vale24horas.com.br/.
Fale com a #Redação
Fale com a #Redação
Encontrou algum erro? Quer fazer uma sugestão de matéria? Fale agora mesmo com a redação do Vale 24 Horas